Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

D
S
T
Q
Q
S
S
 
2
3
4
5
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
23
24
25
29
30
31
 
 
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > Equipa
imprimir

Equipa
RSPB - Royal Society for the Protection of Birds

Benjamin Barca

Coordenador do Projecto FAME


Licenciou-se em Ecologia e Conservação na Universidade de St. Andrews. Em seguida trabalhou na Durrel Conservation Trust em St. Lucia antes de se mudar para a Costa Rica, onde foi coordenador de um projeto sobre comportamento de Jaguar e interações com tartarugas marinhas. Logo em seguida voltou para o Reino Unido para tirar um mestrado em Gestão de Biodiversidade pela Universidade de Oxford. Antes de trabalhar na RSPB, foi gestor de um projeto sobre conflitos sociais e ecológicos relacionados com a caça em Itália. 



Valerie de Liedekerke
Coordenadora do projecto FAME

Estudou Biologia da Conservação (Universidade de Maryland), e tem um mestrado em Animais e  Políticas Públicas (Cummings School of Veterinary Medicine, Tufts University). Anteriormente, trabalhou como assistente de pesquisa, especializada em conservação de espécies ameaçadas, e como um lobbyista ambiental tanto para organizações sem fins lucrativos como para o governo Inglês. Durante os últimos 10 anos tem trabalhado em gestão de projectos.

Dr Ellie Owen

Trabalha com aves marinhas profissionalmente há 8 anos, mas o fascínio por este grupo de aves é muito anterior, tendo começado na remota ilha escocesa de Fair Isle. Tem trabalhado por todo o mundo tentando descobrir a vida secreta de aves marinhas. Ellie descreve o projecto FAME como o trabalho perfeito porque lhe dá a oportunidade de fazer novas descobertas sobre suas criaturas preferidas e ser uma voz para sua protecção.


Rory Crawford
Seabird Policy Officer

Licenciado em "Marine and Freshwater Biology" através da Universidade de Glasgow, trabalha para a RSPB desde 2007. Chegou à área de política e conservação das aves marinhas depois de ter trabalhado num aquário, num parque regional, no Museu Kelvingrove em Glasgow, na Ilha Aride nas  Seychelles, na Reserva Naturais da Ilha de Islay,  e de assistente de política marinha na sede da RSPB Escócia. Apaixonado pelo ambiente insular, as suas aves favoritas são o Roque-de-castro e Pardela do Pacífico.


Heather Griffiths

BSc (Hons) em Bioquímica pela Universidade de Surrey, e um Certificado Avançado em Marketing pela Chartered Institute of Marketin. Mas três meses sabáticos numa remota ilha de Fiji em acções de monitorização de peixes e coral levou-a a tomar o salto do sector comercial para a conservação.um ano atrás encontrou a oportunidade que estava à procura, e se juntou à equipa de releções públicas no RSPB. Está ansiosa para ajudar o público sobre aves marinhas e a ciência por trás do trabalho que fazemos. Ama o mar e fauna marinha, e é uma mergulhadora com experiência.


BWI - BirdWatch Ireland


Dr. Steve Newton
Director de Conservação (aves marinhas) e coordenador do projeto, FAME (Irlanda)

Director de Conservação para BirdWatch Ireland, onde é responsável por censos de aves marinhas, monitorização e gestão de colónias. Isso envolve a coordenação das entradas anuais Irlandêsas para o Programa de Monitorização de Aves Marinhas (Reino Unido-Irlanda), bem como gerir o Projecto de Garajau-rosado em Rockabill & Chilreta, em Kilcoole. Organizou o primeiro levantamento quantitativo de procelariformes noturnos na costa oeste das ilhas em 2000-2001, como parte do Projecto Seabird 2000. Também foi responsável pela gestão do Censo BWI / NPWS Gralha-de-bico-vermelho (2002-2010),acompanhamento do programa de pesquisa BWI / NPWS  Aves das terras altas (2002-2004) e outros trabalhos em habitats de montanha e suas aves, incluindo Tartaralhão-cinzento & Lagópode-escocês. É um membro da equipe Irlandesa responsável pela "Birds of Conservation Concern" processo que analisa as listas de espécies a Vermelho, laranja e verde para a Irlanda, e também é membro do Painel "Rare Breeding Birds" Irlandês.


Niall Keogh
Observador marinho e coordenador do projecto Seatrack

Niall começou a trabalhar como técnico de campo na área das aves marinhas para BirdWatch Ireland  em 2010, depois de concluir uma Licenciatura em Biologia Ambiental pela University College Dublin. Algumas das suas funções incluíram ser vigilante da maior colónia de Chireta na Irlanda, em Kilcoole, auxiliando num estudo de dieta de Corvo-marinho-de-faces-brancas e realização de censos marinhos. No projeco FAME, Niall é o coordenador do projeto Seatrack, um programa nacional de observações costeiras que visa avaliar o estado e distribuição de aves marinhas migratórias em águas irlandesas, particularmente Pardela-balear e outros procelariformes. Como um ávido observador marinho, esta tarefa é realizada com grande entusiasmo! Ele também está envolvido em meios de comunicação social na BirdWatch Ireland e campanha de recrutamento de membros, agindo como um administrador da sua página do Facebook e vários blogs. e é também presidente da dependência de Co. Wicklow.



LPO - Ligue pour la Protection des Oiseaux


Thierry Micol
Coordenador do departamento de Património Natural

Biólogo (PhD, University Toulouse). De 1988 até 2000, viajou pelos Territórios Sub-antárticos Franceses (TAAF), trabalhando principalmente na conservação de aves marinhas, nomeadamente em gestão de mamíferos introduzidos. Chefe das estações de campo na Ilha de Amsterdam e ilhas sub-antárticas Kerguelen em 1998 e 2000. Oficial de meio ambiente nos TAAF a partir de 2001 até 2006. Chefe do Departamento do Património Natural da LPO desde 2007. Líder do departamento de Património Natural (composto por cerca de vinte pessoas), investindo em censos, aquisição de conhecimento, preservação e gestão de espécies (aves principalmente) e locais em França: planos de acção nacionais, programas europeus (Life +, Interreg), IBA, SPA, ZSC. etc.


Amélie Boué
Coordenadora do projecto FAME (França)

Engenheira Ambiental (Escola Nacional de Agronomia, em Rennes - especialidade: Áreas de Proteção Natural / Ecologia Quantitativa). Master1 «Biologia da População e Ecossistemas» (Univ Tours). Trabalhou como Ecologista na "Office national de la chasse et de la faune sauvage» (ONCFS) e numa empresa de consultoria ambiental (Natura 2000, o diagnóstico ambiental). Gerente do projecto FAME desde Dezembro de 2009 para o LPO: as suas missões principais estão relacionadas com «As aves marinhas» e «parcerias Biodiversidade».


Gaëlle Gendry
Assistente de projecto FAME

Licenciada em Biologia Organismal (Angers University) e Mestre em Gestão Costeira Integrada e Ecossistemas (Universidade da Córsega). Gaëlle é interessada em aves hás alguns anos e fez vários monitorizações por meio de estágios ou voluntariado.
Começou a trabalhar no projecto FAME, como parte de um serviço cívico em 2010. Ela agora é Assistente do Programa, responsável pelo estudo das interações entre aves marinhas e as actividades humanas (vento de pesca, no mar).



SPEA - Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves


F. Iván Ramírez
Coordenador Marinho Europeu e Coordenador do Programa Marinho

Licenciou-se em Biologia pela Universidade de Salamanca em 1999 e encontra-se a realizar Doutoramento. Em 2000 trabalhou em Inglaterra como Research Biologist, para o Leicestershire and Rutland Wildlife Trust e para a Royal Society for the Protection of Birds. Em 2002 foi escolhido para Director da SPEA-Madeira. Em 2003 assume a coordenação do Programa Marinho e IBAs, dos quais se destaca o Projecto LIFE IBAs Marinhas, a parceria no Projecto LIFE SOS Freira do Bugio e outros de âmbito internacional na Grécia, Malta, Itália e Espanha.
Desde 2009 ocupa o cargo de Coordenador Marinho Europeu, designado pela BirdLife International, cujo principal objectivo é a protecção das aves marinhas e das áreas importantes para as mesmas, fortalecendo parcerias com diversas entidades.


Joana Andrade
Assistente do Departamento de Conservação e Coordenadora Portuguesa do Projecto FAME

É licenciada em Biologia Aplicada aos Recursos Animais Terrestres pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa desde 2001. Fez estágio curricular sobre fenologia e selecção de habitat de aves aquáticas no estuário do Tejo e, no estuário do Sado, trabalhou na área da disponibilidade alimentar das salinas para as aves aquáticas (2002-2003). Trabalhou como técnica de Educação Ambiental num projecto da Fundação da Criança (2004-2005) e como técnica Turismo Ornitológico num projecto desenvolvido pela SPEA em parceria com a CAP (2006-2007). Desde 2008 trabalha como Assistente do Departamento de Conservação no Programa Marinho da SPEA e está a realizar um mestrado em Ciência e Sistemas de Informação Geográfica (C&SIG) no ISEGI – Universidade Nova de Lisboa.

Nuno Barros 
Assistente do Programa Marinho, Técnico do Projecto FAME

Natural de Lisboa, licenciou-se em Biologia Ambiental Marinha pela Universidade de Lisboa em 2007. Entusiasta da observação de aves desde muito novo, trabalhou como observador marinho no projecto LIFE – IBA Marinhas, e tem colaborado com a SPEA em alguns projectos de voluntariado (Projecto Arenaria, Dias RAM, vigilância da IBA Costa Sudoeste). Nos últimos anos tem trabalhado como técnico de campo, efectuando monitorizações de avifauna para empresas de consultoria e impacto ambiental. Viajou para Cabo Verde ao abrigo de num programa de voluntariado (SVE) realizando trabalho voluntário para a Biosfera I na área da conservação de aves marinhas. Actualmente é Assistente do Programa Marinho, tendo iniciado funções em Novembro de 2010, inserido no projecto FAME.

SEO/BirdLife

Pep Arcos
Coordenador do Programa Marinho

Biólogo, doutorado em interacções entre aves marinhas e pescas no Mediterrânio Ocidental (Universidade de Barcelona). Investigador pos-doc no IMEDEA (Maiorca, 2002), e na Universidade de Glasgow (2002-2005). Trabalha em várioas áreas relacionadas com aves marinhas, ecologia aplicada e conservação. Inserido na SEO/BirdLife em 2005, tendo primeiro trabalhado no projecto LIFE cujo objectivo era a identificação de IBA marinhas em Espanha(coordenador técnico), e em seguida como Coordenador do Programa Marinho.

Carmen Fernández
Chefe de Imprensa SEO / BirdLife e webmaster
 
Nascida em Madrid, formou-se em jornalismo (Universidade Complutense). Especializada em informação ambiental, é um membro da Associação de Jornalistas de Informação Ambiental (APIA). Trabalha para a SEO / BirdLife8 anos. Outras experiências relevcantes na área do jornalismo ambiental (Quercus revista, revista Biológica e Turismo Rural) e escritórios de comunicação (WWF España e Caminhos Verde - Verdes Vías).

Albert Cama
Técnico do projecto FAME

Licenciado em Ciências do Ambiente (Universidade Autônoma de Barcelona, ​​2003) e doutorado em Biologia Animal (Universidade de Barcelona, ​​2010). A pesquisa de douturamento focou-se em modelagem e distribuição ecológica de aves marinhas no delta do Ebro (Espanha NE). A actividade profissional com aves marinhas começou na Universidade de Barcelona, ​​com a avaliação do impacto sobre as aves de um parque eólico offshore no delta do Ebro, coordenando e participando no trabalho de campo e o relatório de avaliação de impacto (2004-2006). Colaborou com diferentes programas de monitorização de aves marinhas costeiras para a SEO / Birdlife  e em campanhas de censos marinhos. Em setembro de 2011 começou a trabalhar como técnico no projecto FAME para o parceiro espanhol, SEO / Birdlife.


Universidade do Minho (UMinho)

Joana Miodonski
FAME project Technician

Nascido em Lisboa, formou-se em Biologia Marinha, Universidade do Algarve, em 2007. Mestrado em Ecologia Marinha e Conservação, 2009. Tem trabalhado em ecoturismo e colaborou em projectos e conservação marinha e pescas como observadora de bordo, e entrevistadora. Em 2008, trabalhou como skipper para a empresa de whalewatching Espaço Talassa na Ilha do Pico (Açores). Trabalha no âmbito do projecto FAME desde Junho de 2010 como técnica, para a Universidade do Minho e em colaboração com a SPVS.


Ana Catarina Henriques
Técnica do projecto FAME

Formada em Biologia pela Universidade de Lisboa em 2006, conclui o mestrado em Gestão de Recursos Naturais e Conservação (Universidade Évora e Instituto Superior de Agronomia) em 2009. Trabalhou como voluntária no Jardim Botânico e Jardim Zoológico de Lisboa e foi coordenadora de educação ambiental e voluntariado na Islândia com a SEEDs. Começou a trabalhar com aves em 2006 com o Programa Marinho da SPEA, no âmbito do projecto LIFE IBA marinhas, (como observadora marinha) e em seguida, fazendo a tese de mestrado sobre o sucesso reprodutivo da Cagarra na ilha do Corvo, Açores, no âmbito do projecto LIFE Corvo. Atualmente trabalha com a UMinho e a SPVS como técnico no âmbito do projecto FAME.


Wave Energy Centre
(WavEC)

Sofia Patrício

Sofia Patrício obteve a licenciatura em Engenharia do Ambiente em 2006, e Mestrado em Tecnologia Ambiental em 2011, pelo Instituto Politécnico de Setúbal. Em 2005 iniciou sua atividade em energia oceânica no Centro de Energia das Ondas no campo de estudos de impacto ambiental e licenciamento. Envolvida em vários projectos de investigação relacionados com a área ambiental, como AquaRET, SOWFIA e projectos SURGE. Recentemente, coordenou e desenvolveu o projecto de Monitorização Acústica da Energia das Ondas, que visa desenvolver um plano de monitorização do ruído subaquático emitidos pelos conversores de energia das ondas e avalia os seus impactos sobre os mamíferos marinhos.

Teresa Simas

Obteve a licenciatura em Biologia Marinha da Universidade do Algarve em 1995. Obteve o Mestrado em 1998, e o Douturamento em 2007, ambos sobre Ecologia Marinha e Ciências do Ambiente, na Universidade Nova de Lisboa. Trabalhou no Grupo de Modelagem Geoquímica e Ecológica do Instituto Português de Investigação Marinha (IMAR), onde sua atividade de pesquisa foi focada em gestão do meio marinho e da qualidade da água. Juntou-se ao Centro de Energia das Ondas em 2008, onde está como cordenadora ambiental, em projectos relacionados com impacto ambiental de energias marinhas offshore.





voltar



Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com